entrega-de-carro-sedam

SEDAM realizou a entrega de veículos equipados para as unidades de conservações ambientais de Rondônia

Share Button

entrega-de-carro-sedam Como resultado do trabalho executado pelo estado de Rondônia nos primeiros 100 dias de Governo, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) realizou a entrega de veículos equipados para atividades nas unidades de conservação ambientais, na manhã desta quarta-feira (17), no estacionamento do Palácio Rio Madeira. Com recurso advindo do Programa de Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), a aquisição garante o desenvolvimento da gestão em oito unidades de proteção integral e uso sustentável para conservação e proteção do meio ambiente.

A parceria viabilizou o aporte financeiro para a compra dos equipamentos (4 caminhonetes, 4 motocicletas, 5 barcos com motor e 1 quadriciclo) destinados às unidades atendidas, que são: Parque Guajará-Mirim, Parque Serra dos Reis, Parque Corumbiara, Estação Ecológica de Samuel, Estação Ecológica Serra de Três Irmãos, Reserva Extrativista Cautário, Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá e Reserva Extrativista Pacaás-Novos. O apoio logístico mantém as unidades de conservação com equipamentos para tráfego em ambientes hostis.

Com a expectativa de otimização das atividades, os veículos possibilitarão o deslocamento dos técnicos, na proteção e gestão participativa. “Com o veículo próprio temos maior agilidade na execução da gestão e consolidação da unidade de conservação”, afirmou a gestora Silvia Gonçalves, da Estação Ecológica de Samuel, em Candeias do Jamari. Nessa estação ecológica, criada a partir de compensação ambiental na construção do lago da Usina Hidrelétrica de Samuel, 71 mil hectares abrangem a área que abarca a categoria de proteção integral, onde só é permitida a pesquisa científica e a visitação educacional para fins ambientais, com exploração apenas de conhecimento, sem permissão da presença humana, retirada de madeira, caça, pesca e turismo de aventura.

Buscando fortalecer a desburocratização, o Estado, por meio da Sedam, promove a celeridade nos processos de execução da gestão ambiental. “Mais efetividade ao trabalho dos servidores da ponta, nas unidades de conservação, desempenhando as atividades em prol do cumprimento do que exige a legislação ambiental”, declarou o secretário da Sedam, Elias Rezende de Oliveira.

“Podemos ter floresta plantada, agroindústria, que sejam eficientes para a nossa população. Esses veículos serão utilizados para que de forma sábia se mantenha a conservação do meio ambiente”, disse o governador Marcos Rocha sobre a atuação que deve ser focada ao uso sustentável.

Na oportunidade, o governador elogiou o desempenho da Sedam quanto a celeridade no processo de liberação dos veículos, que permitirão o controle do meio ambiente. Acrescentou ainda, sobre a reutilização de equipamentos apreendidos em práticas ilegais, que estejam conservados, para uso do ser humano em outras áreas.

“Não faz sentido destruir esse equipamento que traz prejuízos ao meio ambiente, como o pneu que ao queimar entra no solo e o óleo do trator ou caminhão que vai degradar também o solo. Que nós protejamos o nosso meio ambiente e as crianças continuem aprendendo nas escolas o quanto é importante a manutenção do nosso planeta”, declarou, alinhado ao Ministério do Meio Ambiente, que os equipamentos encontrados em lugares ermos, sem condições, estes devem ser destruídos.

A gestão nacional é do Fundo de Biodiversidade (FunBio), do Programa Arpa, e a execução dos recursos é de responsabilidade do Estado, que realiza a elaboração de termos de referências para licitação de serviços e equipamentos pelo Funbio, gestão de conta vinculada, execução de reforma e manutenção de equipamento em instalações de unidades de conservação, além de realização de pesquisas e estudos científicos.

Na solenidade participaram gestores das Unidades de Conservação, Denison Trindade (Coordenador Estadual de Unidade de Conservação da Sedam), Davi Machado de Alencar (Diretor Executivo da Sedam), Pedro Afonso Antônio Pimentel (secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão ) e Valdemir Carlos Góes (secretário chefe da Casa Militar).

PROGRAMA ARPA
Programa Arpa foi criado em 2002 por meio de um inovador arranjo entre Governo Federal, órgãos estaduais, instituições privadas e sociedade civil. É o maior programa de conservação de florestas tropicais do mundo e assegura recursos financeiros para gestão e manutenção das Unidades de Conservação, bem como a promoção do desenvolvimento sustentável da Amazônia.

Além de pesquisas científicas, o Arpa apoia a gestão das unidades de conservação, com a construção de sedes, aquisição de equipamentos, pagamento de diárias para os servidores, entre outras atividades.

 

 

Por: Gaia Bentes/Secom
Esporteenoticia.com

 

Commentarios


Este Post Foi Útil:

0 votes, 0 avg. rating

wellington gomes - .

Share Button

Jornalista

Commentarios