quinta-feira, dezembro 1, 2022
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioEconomiaAtenção: todos os brasileiros precisam atualizar OBRIGATORIAMENTE o CPF e RG e...

Atenção: todos os brasileiros precisam atualizar OBRIGATORIAMENTE o CPF e RG e aderir aos novos documentos; Entenda o que Mudou

O novo RG já começou a ser emitido em alguns estados do país, sob o nome de Carteira de Identidade Nacional (CIN). Até o início do ano que vem, a previsão é que ele seja emitido em todo o Brasil. Entretanto, os brasileiros que quiserem receber o documento deverão, primeiro, resolver pendências referentes ao seu CPF.

Quer saber em quais momentos a atualização do documento é necessária e quais foram as mudanças no novo RG? Então continue nos acompanhando logo abaixo para não perder nenhuma informação importante sobre o assunto!

O novo documento de identificação do brasileiros já começou a ser emitido e, para ter acesso a ele, é necessário atualizar o CPF
O novo documento de identificação do brasileiros já começou a ser emitido e, para ter acesso a ele, é necessário atualizar o CPF / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Novo RG: quais foram as mudanças?
A princípio, o novo documento de identificação ganhou algumas atualizações para fomentar a padronização, já que o RG era emitido em diversos estados em modelos diferentes, o que facilitava as fraudes de identidade. Nesse sentido, mudanças de segurança e de design ficaram mais evidentes no CIN, mas o que mais chamou atenção foi a inclusão do Cadastro de Pessoa Física (CPF) como numeração única na nova carteira de identidade.

Dessa forma, como o documento dependerá unicamente do número do CPF para ser emitido, é necessário que os brasileiros verifiquem, antes de solicitá-lo, se possuem alguma pendência junto à Receita Federal que impeça a emissão do novo documento. Vale lembrar que a regularização do CPF não é importante somente para a emissão do CIN, mas também para manter a situação em dia junto à Receita.

Como corrigir e consultar a situação do CPF?
Felizmente, tanto a consulta quanto a correção dos dados do CPF não possuem nenhum custo e todo o processo ainda pode ser realizado através da internet, sem a necessidade de comparecer pessoalmente a uma agência da Receita Federal.

Antes de mais nada, o cidadão precisa verificar se o CPF está em situação regular (caso esteja, não é necessário realizar nenhum procedimento extra para emitir o novo RG). Para isso, basta fazer o seguinte:

  • Acesse o site da Receita Federal (https://idg.receita.fazenda.gov.br/);
  • Depois, clique na aba de “Consultar a situação do CPF”;
  • Em seguida, preencha os dados do documento, bem como sua data de nascimento nos campos disponíveis;
  • Por fim, resolva o captcha clicando em “Sou humano” e confirme a ação.

Nesse momento, aparecerá na tela a situação do seu documento, que pode ser regular ou irregular, dependendo de alguns motivos específicos. Nesse último caso, será necessário atualizar os dados do CPF através do próprio site da Receita Federal, bastando acessar a aba do CPF e enviar as informações que forem solicitadas nesse momento.

No caso, as pendências no CPF podem ter relação com alguma declaração do Imposto de Renda e, se for isso, é necessário regularizar a questão através do portal e-CAC do seu município ou procurando a orientação de um contador de confiança.

Documentos digitais: Por fim, é importante lembrar que aumenta cada vez mais a procura por documentos digitais. Cada vez mais pessoas procuram esse tipo de documentação. A saber, os smartphones possibilitam esse tipo de facilidade.

Entre os destaques são:

  • RG Digital: nesse caso é necessário procurar os sites específicos de cada região. A versão digital do Registro Geral está disponível, por exemplo, em: São Paulo, Distrito Federal, Pará, Rio de Janeiro, Goiás, Paraíba;
  • Carteira Digital de Trânsito: quem fez a CNH recentemente (ou não) pode ter também a carteira de motorista no celular. Isso pode ser feito rapidamente com aplicativo oficial que está disponível para download: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.serpro.cnhe&hl=pt_BR&gl=US;
  • Pessoa Física (CPF): finalmente, muitas pessoas também podem ter o cartão de CPF digital rapidamente. Isso é feito pelo aplicativo Pessoa Física: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.fazenda.receita.pessoafisica&hl=pt_BR&gl=US

Situações que causam o bloqueio do CPF

Bem, antecipadamente, ter o CPF bloqueado é um dos piores pesadelos de quase todos os indivíduos. Isso porque, o documento é responsável pela identificação de um cidadão, bem como serve para diversos outros serviço, como por exemplo, para a concessão de crédito.

Acontece, portanto, que existem alguns motivos que podem, de fato, causar o bloqueio do CPF de uma pessoa. Isto é, em determinadas situações, um cidadão pode ter seu CPF invalidado. Ou seja, o documento deixa de ser funcional. Isso pode acontecer em situações como de:

  • Bloqueio por irregularidade – os indivíduos que possuem alguma pendência com o Imposto de Renda, podem ter o documento bloqueado, a depender da gravidade do caso;
  • Informações cadastrais inconsistentes – quando o cadastro de uma pessoa possui alguma incompatibildiade de informações, o bloqueio acontece de forma imediata;
  • Por cancelamento – acontece quando ocorre fraude no documento, como por exemplo, em casos de clonagem de identidade;
  • Por morte – quando o cidadão falece, seu CPF torna-se inválido. Isso porque, o indivíduo não precisa mais comprovar sua identificação, logo, manter o documento ativo pode gerar golpes e fraudes.
Como limpar o CPF de dívidas

Ter o nome “sujo”, apesar de ser um tanto quanto desagradável, é uma situação um tanto quanto comum para os brasileiros. Isto é, grande parte da população possui pendências ativas em seu CPF, a considerar as dívidas existentes.

Acontece, portanto, que existem algumas medias que são completamente capazes de limpar o CPF de alguém. Assim, para que seja possível manter-se em dia com com os serviços que consideram uma análise de CPF, é necessário seguir algumas etapas.

Contudo, a primeira delas consiste em fazer login na plataforma oficial do Serasa (serasa.com.br). Em seguida, os usuários devem conferir quais são as dívidas existentes em seu nome. Ademais, a próxima etapa consiste na renegociação das dívidas existentes. Por fim, após a definição de parcelas e juros, os usuários devem apenas cumprir com os prazos estipulados para pagamento, a fim de evitar qualquer pendência.

Como aumentar o score

Bem, se o seu objetivo for aumentar seu score (pontuação que avalia se determinado indivíduo é ou não um “bom conusmidor”), existem práticas que podem ajudar, mas outras, que são tratam-se apenas de falácias. Isto é, o ato de colocar CPF em nota, por exemplo, é uma falsa afirmação sobre o aumento do score.

Isso porque, não existe nenhuma situação milagrosa, que seja capaz de aumentar o socre de alguém de uma hora para outra. Melhor dizendo, para aumentar o score de crédito, o melhor caminho é manter uma vida financeira saudável. É possível fazer isso através do pagamento das contas em dia, bem como ao ato de evitar atrasados, mediante o pagamento das faturas do cartão de crédito.
Assim, quanto mais “em dia” o consumidor fica com suas dívidas, maior será seu score. Além disso, atualizar os dados no Serasa (serasa.com.br), também pode ajudar no aumento, a considerar a maior facilidade da obtenção de dados financeiros dos consumidores.

 

Por: Nicole Ribeiro/Pronatec
Esporteenoticia.com

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments