sexta-feira, maio 24, 2024
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioColunistasEmbrapa de Ouro Preto é homenageada com “Moção de Aplausos” pela Câmara...

Embrapa de Ouro Preto é homenageada com “Moção de Aplausos” pela Câmara Municipal/OPO, pelos seus 50 anos no município

Na noite desta segunda-feira (08) a Câmara Municipal de Ouro Preto do Oeste realizou uma Sessão Solene e fez a entrega, uma Moção de Aplausos em homenagem aos 50 anos da Embrapa. A proposta da honraria foi feita pelo vereador Jeferson André da Silva (MDB) e apoiada pelos demais vereadores. Durante a leitura, o vereador Jeferson Silva destacou a importância da empresa para o desenvolvimento da agropecuária brasileira e ressaltou que a homenagem reconhece não só os 50 anos de trabalho da Embrapa, mas também toda a sua contribuição para a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros ao longo dessas cinco décadas de inovação agropecuária.

A solenidade contou com a presença da chefe geral da Embrapa Rondônia pesquisadora Lucia Helena de Oliveira Wadt, Pedro Bento de Moraes Júnior chefe do Campo Experimental de Ouro Preto do Oeste, funcionários e familiares.

Em Abril de 2023, a Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária completou
50 anos. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura e Pecuária, foi criada em 1973 (Lei nº 5.871, de 07/12/1972 e Decreto 72.020, de 28/03/1973), para desenvolver a base tecnológica de um modelo de agricultura e pecuária genuinamente tropical. Atuando na geração de conhecimento e tecnologias para a produção de alimentos, fibras e fontes de energia, sua missão sempre foi de viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura em benefício da sociedade brasileira.

Até 1960, o Brasil importava grande parte dos alimentos que consumia. O investimento em ciência e a atuação em rede das instituições, aliados à implantação de políticas públicas e ao empreendedorismo do agricultor brasileiro, impulsionaram o uso de tecnologias e a adoção de boas práticas no campo. E como resultados destacaram-se: o elevado impacto nas opções de consumo do brasileiro; a redução dos custos com alimentos; ampliações contínuas nas exportações; aumento da produtividade e intensificação de práticas sustentáveis.

Hoje, o País é referência em ciência e tecnologias destinadas à agricultura. E a Embrapa tem grande contribuição nesse destaque. O Brasil tornou-se um dos maiores produtores de alimentos do mundo, capaz de exportar para cerca de 200 países. A Embrapa integra uma robusta rede de pesquisas, desenvolvimento e inovação agropecuária composta por Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária 2 (OEPAs), por Universidades e Institutos de Ciência e Tecnologia e de Ensino de âmbito federal ou estadual, órgãos de assistência técnica e extensão rural (ATER), além de outras organizações públicas e privadas, direta ou indiretamente vinculadas à produção de conhecimento científico que, de forma cooperada, desenvolvem pesquisas nas diferentes áreas geográficas e campos do conhecimento científico.

Avanços promovidos ao longo das últimas décadas pelas pesquisas das instituições componentes dessa rede estimulam as exportações agrícolas e garantem a segurança alimentar da população brasileira, gerando tecnologias e sistemas de produção para aumentar a eficiência da agricultura familiar e incorporar pequenos produtores no agronegócio, garantindo melhoria na sua renda e bem-estar. Um dos eixos de atuação da Embrapa são os relacionamentos institucionais e governamentais, que buscam fortalecer laços com o Estado e com a sociedade por meio da articulação político-institucional com os poderes Executivo e Legislativo e com as entidades de representação de setores da pesquisa e inovação agropecuária.

Como empresa pública de pesquisa, desenvolvimento e inovação, a Embrapa gera informações e conhecimentos que contribuem para a formulação, o aprimoramento e a implementação de políticas públicas sobre temas de interesse da agropecuária nacional. Ao longo dos anos, a Embrapa tem recebido importante apoio de parlamentares, bancadas estaduais e comissões temáticas no fortalecimento de dotações orçamentárias para o desenvolvimento de projetos diversos. A realização desta Sessão Solene integra as comemorações desta importante Instituição de Ciência e Tecnologia do Estado brasileiro, reforçando, junto à sociedade, sua imagem de instituição de destaque na pesquisa agropecuária do mundo tropical, com ênfase nos aspectos de inovação, sustentabilidade e compromisso com a superação da fome e da miséria. Pela anuência dos Nobres Parlamentares, direção que pleiteamos votos pela aprovação da presente propositura.

A Embrapa em Rondônia


A Embrapa Rondônia foi criada em 10 de julho de 1975, com sede em Porto Velho-RO, como Unidade Descentralizada da Embrapa.

Recebeu o nome de Unidade de Execução de Pesquisa de Âmbito Territorial de Porto Velho (UEPAT) e, posteriormente, em 1983, em razão da transformação de Rondônia de território para estado, passa a se chamar Unidade de Execução de Pesquisa de Âmbito Estadual (UEPAE).

Em março de 1991 a Unidade ganha um novo nome – Centro de Pesquisa Agroflorestal de Rondônia (CPAF-RO) – tendo como missão institucional viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura na Amazônia, com ênfase em Rondônia, em benefício da sociedade brasileira.

Atualmente, são desenvolvidas pesquisas voltadas para melhoramento genético, biotecnologia, qualidade do leite, recuperação de pastagens, integração lavoura-pecuária-florestas, culturas anuais e recursos florestais, fruto de atividades desenvolvidas nos laboratórios e nos três campos experimentais que integram a Unidade.

 

Por: Alexandre Araújo/OuroPretoOnline
Esporteenoticia.com

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments