quinta-feira, dezembro 1, 2022
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioEmpregosGolpe: falsa vaga de emprego, desempregado é propenso a cair no golpe...

Golpe: falsa vaga de emprego, desempregado é propenso a cair no golpe do falso emprego: Como se Proteger

Golpistas quase sempre escolhem como vítimas as pessoas que estão em seus momentos mais frágeis, e estar sem emprego é justamente uma dessas fases. Desempregados, com contas para pagar e muitas vezes com uma família para sustentar, são pessoas propensas a cair no golpe do falso emprego.

Esses ´criminosos oferecem falsas vagas de emprego e, com isso, conseguem ter acesso aos seus dados. A facilidade de resolver quase tudo através da internet nos dias atuais também facilita para que seja instalado um vírus no seu computador ou celular com a intenção de roubar dinheiro.

A pandemia acabou deixando milhares de brasileiros sem seus empregos. Nos dias atuais, são mais de quinze milhões de pessoas que buscam voltar ao mercado de trabalho.

O CEO da Morais Advogados Associados, Afonso Morais, comenta como esse cenário é propício para esses farsantes: “Com a pandemia e a crise econômica, observou-se um grande aumento no número de desempregados. Hoje, já são quase 15 milhões de pessoas em busca de um emprego, que sonham em voltar a ter a carteira assinada.”, conta.

Esse golpe começa de maneira simples. Um anúncio de vaga de emprego no Whatsapp, numa rede social, num SMS. Quando a vítima clica no link ou manda o currículo, já é tarde demais.

O advogado Morais conta que a vítima faz a entrevista normalmente e tudo pode parecer como um processo seletivo comum. porém, antes de assumir a vaga prometida, é solicitada pelo recrutador uma quantia para que ela seja garantida.

Ao enviar o PIX com a quantia exigida, os golpistas deixam de responder. A vítima, quando decide ir até o local que consta no contrato que a empresa indica, se depara com a realidade do golpe, pois não existem empresa no lugar.

“Nesse ponto se tem o desespero de perceber o golpe em uma situação complexa que já vive. Isso ocasiona sérios problemas, que vão dos econômicos aos psicológicos”, explica o advogado.

Em uma pesquisa feita por uma empresa de segurança em tecnologia, a PSafe, consta que num período de sete meses, de fevereiro até setembro, ocorreu mais de 607 mil tentativas desse golpe que espera enganar pessoas em situações de desemprego.

Como se proteger desse golpe
Nessas situações em que se está desesperado para conseguir retornar ao mercado de trabalho, é ideal não se comprometer financeiramente e pensar de maneira calma e clara para não se complicar.

Só responda anúncios de empresas conhecidas, ou aquelas que você consiga comprovar a existência, também peça o contrato entre a empresa e o recrutador. Procure a empresa ou a empresa recrutadora no Reclame Aqui e no Serasa. Vale lembrar que quem geralmente paga pelo recrutamento é a empresa, então, não transfira nenhum valor para “garantir um emprego”.

 

Por: Bruna Machado/Capitalist
Esporteenoticia.com

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments