sábado, janeiro 28, 2023
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioColunistasQuem foi Sandra, filha de Pelé que morreu aos 42 anos? Ela...

Quem foi Sandra, filha de Pelé que morreu aos 42 anos? Ela foi rejeitada pelo pai e ficou conhecida como a vereadora que lutou pelo direito gratuito ao DN

Mesmo após a comprovação de um exame de DNA, o ex-jogador Pelé, de 82 anos, rejeitou a paternidade de Sandra Regina Machado, no início da década de 1990. Na época, o caso teve grande repercussão em razão da longa disputa judicial. A questão familiar veio à tona novamente após o câncer do ex-atleta.

Quem é a filha que Pelé rejeitou?

A política Sandra Regina Machado Arantes do Nascimento Felinto nasceu em 1964, em Guarujá. No ano anterior, Pelé teve um relacionamento com a mãe dela, a empregada doméstica Anísia Machado.

Sandra passou boa parte da vida sem a presença do pai, mas, aos 26 anos, a então balconista decidiu procurá-lo. Entretanto, a jovem acabou vivenciando uma intensa disputa judicial para ser reconhecida, na década de 1990.

Sandra transformou a dor do abandono em luta, entrando na política, nos anos 2000, quando foi eleita vereadora pelo Partido Social Cristão (PSC), no município de Santos, em São Paulo. Um dos seus legados na carreira pública foi ter tornado o exame de DNA gratuito pela rede pública, em 2001. 

Sandra morreu aos 42 anos em decorrência de um câncer de mama, em 2006. A sua história sobre a rejeição do pai foi contada no livro “A filha que o rei não quis”, da Editora Roccia, em 1998. As informações são do G1 e do site History.

Pelé rejeitou resultado do DNA; veja como foi a disputa judicial

Em 1991, Sandra procurou o ex-jogador informando ser sua filha, mas ele não acreditou. Foi realizado, então, um exame de DNA. O resultado saiu em 1992, provando que Pelé era o pai da jovem.

O “rei do futebol” contestou e moveu 13 recursos judiciais contra Sandra. Após longa batalha judicial, em 1996, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu que ela era filha do ex-atleta. Sandra finalmente pôde adotar o sobrenome “Arantes do Nascimento”.

Em 2013, sete anos após sua morte, os dois filhos dela conseguiram na Justiça o direito de receberem pensão do avô. Conforme publicado na época pelo G1, os advogados informaram que as crianças passaram a infância sem ter acesso a necessidades básicas. Portanto, o entendimento do juiz foi de que o Pelé tinha uma dívida com os netos.  

Como foi a relação de Sandra com o Pelé?

Após o resultado do DNA, Pelé chegou a dizer que não queria se aproximar da filha e criticou a demora dela para exigir o reconhecimento de paternidade. ”Para mim, biologicamente, ela pode até ser minha filha, mas, na parte sentimental, não posso me preocupar com essa pessoa, porque não a conheço”, disse na época, segundo o G1

Segundo o site History, Pelé enviou duas coroas de flores após a morte da filha, mas sequer compareceu ao velório.

Outros filhos de Pelé

Pelé e os filhos
Legenda: Os filhos de Pelé Foto: Reprodução

Depois de Sandra, outra filha do Pelé foi reconhecida, a fisioterapeuta Flávia Kurtz, de 36 anos, em 2002. Entretanto, a jovem não precisou entrar na justiça para o pai assumi-la.  Além de Sandra e Flávia, Pelé é pai dos gêmeos Celeste e Joshua, Kelly Cristina, Edinho e Jennifer.

Pelé está internado

O quadro de saúde do ex-jogador Edson Arantes do Nascimento, de 82 anos, o Pelé, é estável, segundo novo boletim médico divulgado neste sábado (3). Na terça-feira (29), ele foi internado para uma reavaliação do tratamento contra um câncer no cólon, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Conforme divulgado na sexta (2) pela unidade hospitalar, o rei do futebol reage bem aos antibióticos para combater a infecção respiratória. Hoje, os médicos reiteraram que o quadro segue estável. “Tem tido boa resposta também aos cuidados na infecção respiratória, não apresentando nenhuma piora no quadro nas últimas 24h”, informa o comunicado.

Quimioterapia 

Divulgado neste sábado (3), o boletim médico não menciona suposta dificuldade do ex-atleta em relação ao tratamento de quimioterapia. Segundo a Folha de S. Paulo, o Pelé não estaria mais respondendo à quimioterapia, procedimento iniciado em setembro de 2021.

No início deste ano, foram constatadas metástases no pulmão, fígado e no intestino. Contudo, conforme o jornal, o tratamento quimioterápico foi suspenso e o “rei do futebol” está sob cuidados paliativos para aliviar as dores.

O que são cuidados paliativos?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cuidados paliativos são a assistência promovida por uma equipe multidisciplinar para melhorar a qualidade de vida do paciente e de seus familiares. Dentre as medidas, estão a prevenção e alívio do sofrimento. A abordagem é comum em pacientes portadores de câncer em fase avançada.

Quantas Copas Pelé participou?

Pela Seleção Brasileira (de 1957 a 1971), Pelé disputou 113 jogos, com 95 gols marcados. Com Pelé em campo, a Seleção venceu 84 vezes, com 15 empates e 14 derrotas.

Legenda: Pelé é o maior jogador de todos os tempos e marcou época na Seleção Brasileira com 3 títulos mundiais. Foto: Acervo CBF

O Rei do futebol ganhou 10 títulos com a Seleção Brasileira:  Copa do Mundo (1958, 1962 e 1970), Copa Roca (1957 e 1963), Taça do Atlântico (1960), Taça Oswaldo Cruz (1958, 1962 e 1968) e Taça Bernardo O’Higgins (1959).

 


Por:
DiarioDoNordeste
Esportenoticia.com

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments