sábado, janeiro 28, 2023
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioEsportesTécnico Abel concede entrevista e dispara críticas à Supercopa contra o Flamengo...

Técnico Abel concede entrevista e dispara críticas à Supercopa contra o Flamengo e bate até em diretoria do Palmeiras

Abel Ferreira não poupou nem a diretoria do Palmeiras neste domingo (22), em entrevista coletiva após empate sem gols com o São Paulo, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. O assunto, no entanto, nada teve a ver com o Choque-Rei, mas sim a organização da Supercopa do Brasil.

Atual campeão brasileiro, o Palmeiras encara o Flamengo no próximo sábado (28), às 16h30, em Brasília, na disputa do primeiro troféu da temporada. A mudança de horário da partida, que seria inicialmente no domingo (29), irritou o treinador português, que exigiu uma posição mais firme do próprio clube.

“A Supercopa estava marcada para domingo e foi remarcada para sábado. ‘Ah, porque é um horário nobre’. Nós, o clube internamente, sabia quando ia ser a Supercopa, porque nosso clube tem uma coisa que não sei se é boa ou má, mas quando é para reclamar, sempre é por e-mail, nunca publicamente. Não pode ser, basta!“, reclamou Abel.

“Treinador treina, jogadores jogam, e a direção tem que dirigir. E dirigir é se posicionar. Aconteceram coisas no jogo, e acredito que a diretoria vai se posicionar. Não pode ser só e-mail“, continuou.

Na mesma resposta, Abel Ferreira também reclamou do calendário. Antes da Supercopa, o Palmeiras enfrenta o Ituano na quarta-feira (25), às 19h30 (de Brasília), e por isso terá um intervalo menor do que três dias para a partida contra o Flamengo.

“Nós, antecipadamente, pedimos que entre esse jogo e o próximo houvesse um intervalo de 3 dias e dava, mas não fizeram, porque o horário nobre é domingo às 16h. Se o horário nobre é esse, por que a Supercopa não é domingo às 16h? Eu sei que, marque o horário que for, o torcedor vai ver o jogo, porque é apaixonado, e a televisão precisa entender isso. As pessoas tem que parar de falar que ‘a televisão paga‘”, respondeu Abel, para depois reclamar dos critérios de arbitragem contra o São Paulo.

“Eu não sou resmungão, sou exigente. Por que deram amarelo ao Gómez quando ele passou a frente do goleiro do Botafogo-SP e, hoje, o jogador do São Paulo atrasou a saída de bola do Weverton e não levou amarelo? Eu perguntei ao 4º árbitro, qual é o critério? Só quero saber o porquê, só para todos fazermos o mesmo, mas melhor, porque todos podemos errar”.

 

Por: ESPN
Esporteenoticia.com

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments